domingo, 22 de janeiro de 2012

Diálogos I



Não são os olhos de um poeta,
Mas olhos que procuram pela poesia.
Olhos que querem sorrir.
Olhos que sempre precisam chorar.
Para ver no escuro
Não é necessário haver luz!
Apenas um pouco de vontade e consigo me mover.


D.Z

Nenhum comentário: